Conheça os métodos de análise de investimentos e sua importância



Quem se interessa pelo mercado financeiro, provavelmente sabe que existem inúmeras possibilidades de investimento, não é mesmo? Por isso, é bastante comum que os investidores se sintam confusos sobre qual é a melhor alternativa para sua carteira.

Essencialmente, a primeira etapa para a escolha das aplicações ideais é traçar o seu perfil de investidor. Afinal de contas, sem ele você estará sem um norte para guiar seus investimentos. Mas apenas isso não é o suficiente.

Para descobrir as melhores alternativas de investimentos em um mercado repleto de opções, é preciso saber avaliá-los. E, para isso, nada melhor do que saber quais são os métodos de análise de investimento. Se você quer saber quais metodologias são essas e aprender a tomar decisões mais eficientes, veio ao lugar certo. Acompanhe a leitura!

O que são os métodos de análise de investimento?

Todo e qualquer investidor, independentemente do seu perfil, se preocupa em saber três aspectos fundamentais ao realizar suas aplicações: se o investimento vai se pagar, se ele vai aumentar ou diminuir seu patrimônio e se é a melhor alternativa naquele determinado momento.

As respostas para essas perguntas fundamentais são obtidas por meio dos métodos de análise de investimentos. Sem o auxílio dessas metodologias, as aplicações financeiras não passariam de expectativas e especulações.

Em curtas palavras, os métodos de análise de investimentos são estudos baseados em técnicas contábeis-financeiras que visam identificar se uma determinada aplicação pode oferecer o desempenho esperado.

Os processos aplicados nessas metodologias envolvem cálculos simples, porém extremamente eficazes, pois utilizam informações essenciais da maneira correta. Sendo assim, podemos afirmar que os métodos de análise de investimento são uma ótima forma de reduzir os riscos de uma aplicação e facilitar a tomada de decisão por parte dos investidores.

Quais são os principais métodos de análise de investimentos?

Existem uma série de métodos de análise de investimentos no mercado financeiro. Dentre eles, os mais difundidos e mais utilizados são:

Payback

O payback é um conceito extremamente importante para avaliar qualquer tipo de investimento. Por meio do cálculo do payback, você será capaz de saber o número de períodos requeridos para recuperar o desembolso de caixa realizado no momento do investimento.

Em outras palavras, o payback corresponde ao período de tempo necessário para uma aplicação “se pagar”, ou seja, em quanto tempo você recuperaria o capital investido e a partir de quando você passaria, efetivamente, a ter lucros.

O cálculo do payback é relativamente simples. Entretanto, é preciso realizar uma estimativa dos fluxos de caixa antes de iniciar o cálculo.

Para exemplificar, vamos imaginar que você desembolsará R$ 100.000 em um investimento que terá, em média, um fluxo de caixa mensal de R$ 5.000.

Como a fórmula do payback é “payback = investimento inicial / média dos fluxos de caixa”, temos que:

Payback = R$ 100.000 / R$ 5.000 = 20.

No exemplo, o resultado do payback desse investimento é 20. Portanto, podemos dizer que o período necessário para que você recupere todo o capital investido é de 20 meses.

O payback é um dos métodos de análise de investimento mais simples e pode fornecer uma boa noção dos riscos envolvidos na aplicação. Entretanto, é preciso enfatizar que essa fórmula desconsidera o princípio do valor do dinheiro no tempo (inflação).

Valor Presente Líquido (VPL)

O valor presente líquido, ou VPL, é um método de análise de investimentos que corresponde ao valor presente de uma série de fluxos de caixa, a uma determinada taxa mínima de retorno e líquida do investimento inicial.

Em outras palavras, o VPL é a fórmula utilizada para trazer uma série de valores futuros ao valor presente. O uso do VPL é importante pois permite que o investidor controle suas opções mediante o uso de uma taxa de rentabilidade predeterminada e, caso o investimento não se encaixe nos padrões exigidos, poderá ser descartado.

Para exemplificar desse indicador, vamos supor que você esteja considerando um projeto que, pelos próximos 4 anos, tem fluxos de caixa esperados em: -R$ 10.000; R$ 2.000; R$ 3.000; R$ 5.000, respectivamente. Para o seu investimento, você está considerando uma taxa mínima de atratividade de 12% ao ano.

Logo, temos que: VPL = -10.000 + (2.000/1,12¹) + (3.000/1,12²) + (5.000/1,12³). 

Ao fazer os cálculos, chegamos ao seguinte resultado: VPL = -10.000 + 1.785,71 + 2.391,58 + 3.558,90 = -R$ 2.263,81.

Como regra, temos que se o VPL é positivo, o investimento cobre o custo de oportunidade e é rentável ao investidor. No exemplo acima, temos o VPL negativo. Logo, esse investimento não deve ser escolhido, pois não cobre a taxa mínima de atratividade de 12% ao ano.

Taxa Interna de Retorno (TIR)

A Taxa Interna de Retorno (TIR) é um método de análise de investimento que determina o percentual de lucratividade sobre uma aplicação que tem entradas e saídas de capital. Para que seja efetiva, é necessário comparar a TIR a outra taxa: a taxa mínima de atratividade, ou TMA.

Como regra, se a TIR for maior do que a TMA, o investimento é viável.

A fórmula de cálculo para descobrir a TIR é a equação que zera o VPL. O mais indicado é que essa conta seja feita com o auxílio de uma calculadora financeira ou pelo Excel, devido à sua maior complexidade.

Como descobrir as melhores oportunidades de investimento?

Apesar de estar buscando por conhecimentos sobre planejamento financeiro, é bem provável que você não tenha em mente se tornar um especialista na área, não é verdade? Afinal de contas, isso demanda tempo de sobra para se dedicar aos estudos e é extremamente compreensível que as pessoas tenham outras prioridades no momento.

Dessa forma, uma solução mais viável seria delegar essa função de aplicar o seu dinheiro a uma equipe capacitada para gerir seus recursos, e é aqui que entram as consultorias de investimentos.

Por isso, para que você consiga encontrar as melhores oportunidades no mercado financeiro mesmo que não tenha disponibilidade para fazê-lo por si só, é de suma importância contar com consultorias que ofereçam um atendimento de excelência ao cliente e que apresentem relevância no mercado. Só assim conseguirá ver o seu dinheiro render de verdade.

E aí, gostou do nosso artigo sobre os métodos de análise de investimentos e quer colocá-los em prática? Então, entre agora em contato conosco e descubra como a WeInvest pode lhe ajudar!


Luana Dennis

Luana Dennis é analista de conteúdos da WeInvest. Como uma grande entusiasta das transformações que a educação financeira e o investimento inteligente e estratégico podem trazer na vida das pessoas ela visa sempre acompanhar de perto o mercado financeiro para produzir conteúdos de alto padrão.


Posts populares: