Planejamento e orçamento financeiro: saiba quais são as diferenças



Você sabe quais são as diferenças entre planejamento e orçamento financeiro? Ou melhor: você sabe como esses dois conceitos se complementam? Apesar de parecerem semelhantes, na verdade, eles se diferenciam em uma série de aspectos.

No entanto, ambos são fundamentais para a sua saúde financeira, além de serem ferramentas importantes para ajudar você a atingir seus objetivos pessoais, como viajar ou poupar para uma aposentadoria confortável. Para conseguir alcançar suas metas, é imprescindível que você organize o seu orçamento financeiro para, em seguida, estruturar o planejamento.

Mas, afinal, como esses conceitos se diferenciam entre si? Quais são as principais características de cada um? É o que vamos explicar, neste artigo. Ficou interessado? Então, boa leitura! 

Saiba o conceito de orçamento financeiro

Vamos começar explicando o que é o orçamento financeiro, já que seu conceito é mais objetivo. O orçamento financeiro consiste em organizar todo dinheiro que entra e todo dinheiro que sai da sua conta. Assim, recomenda-se o uso de alguma ferramenta para auxiliar na organização desse orçamento, como uma planilha ou um software de gestão.

Entenda as principais características do orçamento financeiro, a seguir.

Contempla entradas e saídas em determinado período

No orçamento financeiro, você deve incluir todas as suas receitas e despesas. Portanto, as receitas devem incluir a sua fonte principal de renda, como o salário, além de demais receitas provenientes de outras fontes que ajudam a complementar a sua renda. Já suas despesas devem incluir todos os seus gastos pessoais, como moradia, alimentação, educação, transporte, entre outros.

É importante ressaltar que, se a sua renda varia muito de mês em mês — como é o caso de profissionais autônomos, freelancers e microempresários —, deve-se incluir no orçamento somente aquilo que efetivamente entrou na sua conta. Caso isso não seja possível, tente fazer uma média do seu faturamento de períodos anteriores e inclua essa previsão — sempre ciente, no entanto, de que ela pode sofrer variações para mais ou para menos.

Deve ser feito mensalmente

Como suas entradas e saídas têm recorrência mensal, é importante realizar um acompanhamento mês a mês do seu orçamento financeiro. Atualize o seu documento periodicamente com tudo aquilo que entrou e saiu, para que você possa organizar os meses seguintes.

Entenda o conceito de planejamento financeiro

Agora que você já entendeu o que é orçamento financeiro, vamos explicar o conceito de planejamento financeiro.

De maneira geral, o planejamento financeiro consiste em uma estratégia que você utilizará para alcançar os seus objetivos, como comprar a casa própria, fazer uma viagem, começar o próprio negócio, entre outros.

Abaixo, listamos alguns princípios do planejamento financeiro, para que você possa iniciar o seu. Confira!

É preciso estabelecer objetivos de curto, médio e longo prazo

O primeiro passo para elaborar o planejamento financeiro é definir objetivos de curto, médio e longo prazo. Dessa forma, você conseguirá definir metas e poupar o seu dinheiro com mais sabedoria.

Os objetivos de curto prazo são, geralmente, aqueles que você pretende realizar dentro de um ano. Já os de médio prazo são aqueles que você quer alcançar em 5 anos. Finalmente, os objetivos de longo prazo são aqueles previstos para 10 anos.

Deve prever metas pessoais

Conforme explicamos, o planejamento financeiro deve prever suas metas pessoais, não importa quais elas sejam. E sim, a estratégia pode e deve incluir mais de uma meta: assim, você consegue estabelecer uma ordem de prioridade e decidir o prazo para cada uma delas.

Contempla imprevistos

Assim como o planejamento financeiro deve contemplar todos os seus objetivos — e sonhos! —, ele também deve ser realista. Por isso, procure incluir imprevistos no seu planejamento, como possíveis despesas médicas, manutenções de carro, consertos, entre outros.

Pode ser feito com menor frequência

Diferentemente do orçamento financeiro, não é preciso realizar o acompanhamento mensal do seu planejamento. Basta consultar o documento periodicamente para ver se não é preciso atualizar algo de acordo com os ajustes no seu orçamento dos meses anteriores.

Ajuda a elaborar uma estratégia

Conforme explicamos, o planejamento financeiro ajuda a elaborar uma estratégia para que você alcance os seus objetivos. Mas isso não inclui apenas ações para poupar, mas também estratégias de investimento. É fundamental que o seu planejamento financeiro inclua as suas aplicações financeiras, para que você possa se manter fiel aos seus objetivos.

Confira as principais dicas para poupar e investir seu dinheiro

Para elaborar o planejamento financeiro, você vai precisar seguir alguns passos. Listamos as principais ações para você poupar e investir o seu dinheiro!

Corte despesas

O primeiro passo para poupar é cortar despesas. Para isso, consulte o seu orçamento financeiro e veja se é possível cortar algum gasto para deixá-lo mais enxuto.

Procure fontes de renda extra

Uma das formas de alcançar o seu objetivo mais rápido é procurar oportunidades de renda extra. Para isso, vale tudo: você pode se cadastrar em aplicativos e oferecer seus serviços, prestar consultorias e até mesmo vender produtos artesanais na vizinhança!

Leia notícias sobre o mercado financeiro

Manter-se informado sobre o mercado financeiro é fundamental para entender quais são os melhores tipos de investimento no cenário atual. Por isso, acesse diariamente sites e portais de conteúdo que tragam informações relevantes sobre o assunto, para ficar por dentro de tudo o que está acontecendo no mercado. Com apenas vinte minutos diários, você terá uma compreensão muito mais aprofundada sobre finanças pessoais e investimentos.

Com essas ações, você vai conseguir acelerar suas estratégias de investimento e alcançar seus objetivos em menos tempo!

O planejamento e o orçamento financeiros são ferramentas que se auxiliam mutuamente. Definir uma estratégia de investimento só será possível por meio de um planejamento financeiro, que, por sua vez, só é viabilizado após a organização do seu orçamento. Portanto, ambos são fundamentais para a sua saúde financeira e ajudarão você a alcançar os seus objetivos!

E então, gostou do nosso artigo? Entendeu as diferenças entre planejamento e orçamento financeiro? Então, não deixe de ler o nosso artigo sobre como montar a própria planilha de controle de gastos!


Luana Dennis

Luana Dennis é analista de conteúdos da WeInvest. Como uma grande entusiasta das transformações que a educação financeira e o investimento inteligente e estratégico podem trazer na vida das pessoas ela visa sempre acompanhar de perto o mercado financeiro para produzir conteúdos de alto padrão.


Posts populares: