Juros compostos: entenda o que são e como usá-los nos investimentos



Quando você começa a investir no mercado financeiro, logo ouve falar em juros compostos. Quando falaram para mim sobre esse assunto, pensei: já não aprendi bem na escola, como vou lidar com isso agora? A parte positiva é que o desespero pode ficar de lado.

É isso mesmo. Entender os juros compostos é muito mais simples quando a gente já é adulto e está preparado para absorver alguns conhecimentos. Além disso, o cálculo pode ser feito até mesmo pela internet, usando calculadoras online.

Diante desse cenário, vamos explicar o conceito dos juros sobre juros, como funcionam, suas vantagens e alguns dos investimentos que trabalham com essa estratégia. Ainda tem mais, é claro. É só continuar lendo!

O que são juros compostos?

Vamos simplificar: esse conceito trata da aplicação de juros sobre juros. Na prática, o que acontece é que você investe determinada quantia e tem um rendimento sobre esse valor. Mesmo que deixe o montante inicial, a remuneração sempre será sobre o total. Por isso, o retorno obtido é incluído no cálculo todo mês.

Isso também acontece quando você tem dívidas. É um dos motivos, aliás, que fazem o valor em aberto do cartão de crédito chegar às alturas. Afinal, a cada mês que continua sem pagamento, o juro é aplicado sobre o total.

Apesar de esse segundo caso ser negativo, os juros compostos têm um poder maravilhoso quando você trabalha com eles nas aplicações financeiras. É o milagre da multiplicação do dinheiro, ou seja, a possibilidade de fazer o dinheiro trabalhar para você, e não o contrário.

Dizem, inclusive, que Einstein teria falado a seguinte frase: “Juros compostos são a oitava maravilha do mundo. Aquele que entende, ganha. Aquele que não entende, paga”. Se foi ele mesmo quem destacou essa verdade, eu não sei.

O fato é que esse modelo de juros é a ferramenta ideal para a geração de riqueza em longo prazo. É por isso que você precisa entender, mesmo sem saber fazer um cálculo certinho, como se estivesse na escola.

Como os juros compostos funcionam?

Para entender exatamente esse conceito, é preciso deixar claro que ele trabalha com um tripé de variáveis:

  • capital investido;
  • rentabilidade;
  • tempo.

Todos esses fatores são diretamente proporcionais. Portanto, quanto maior for o investimento, maior é a remuneração. Da mesma forma, quanto mais longo for o período de duração da aplicação financeira, mais elevado será o retorno.

Isso é fácil de entender, certo? A questão-chave, porém, é o fator tempo. É ele que determina quanto será a sua remuneração. Até mesmo porque a ideia é que você aumente o capital aplicado com o passar dos meses, fazendo investimentos contínuos. Assim, a fórmula dos juros compostos é:

M = C (1+i)t

Em outras palavras, o montante final é igual ao capital aplicado multiplicado por 1 mais a taxa fixa, elevado ao período. Ficou muito confuso? Vou usar um exemplo para deixar mais claro.

Imagine que você aplicou R$10.000,00, com uma taxa de juros de 0,5% ao mês, durante 12 meses. Aplicando os valores na fórmula, temos:

M = 10.000 x (1+0,005)12

M = 10.000 x 1,00512

M = 10.000 x 1,061677812

M = R$ 10.616,778118645

Ou seja, aproximadamente R$10.616,78, o que traz um rendimento de R$616,78 em 12 meses. Isso sem contar possíveis aplicações feitas com o passar dos meses.

Se aumentar esse período para 24 meses, vamos ver quanto fica? Nesse caso, tenho os seguintes dados:

M = 10.000 x (1+0,005)24

M = 10.000 x 1,00524

M = 10.000 x 1,127159776

M = R$11.271,597762054

Nesse segundo caso, o rendimento já passa a ser de R$1.271,60, aproximadamente. Entendeu por que o fator tempo é o mais importante? Quanto mais você deixar, maior será a curva de aumento do lucro. É o que se chama de crescimento exponencial.

Juros compostos x simples: quais são as diferenças?

Você já viu o que os juros sobre juros podem fazer pelo seu rendimento em aplicações financeiras. No entanto, ainda ficou pouco clara a diferença dele para a modalidade simples.

Para começo de história, os juros normais são aquela porcentagem calculada apenas sobre o capital inicial. Por isso, ele desconsidera possíveis ganhos. Se você investir mais, ele vai considerar somente as quantias investidas.

Portanto, os juros simples sempre pagarão menos do que os compostos. Duvida? Veja o exemplo que vou dar a partir de agora. Se pegar a mesma condição do modelo anterior, como ficaria o cálculo? A resposta passa pela fórmula:

J = C x i x t

Ou seja, os juros simples são iguais ao capital inicial multiplicado pela taxa de juros e pelo tempo. Aplicando os valores na fórmula, temos:

J = 10.000 x 0,005 x 12

J = R$600,00

Perceba que, ainda que a diferença nem tenha sido tão grande, a remuneração dos juros compostos foi maior. Mas o que acontece se eu mudar o prazo para 24 meses, como fiz antes? Veja:

J = 10.000 x 0,05 x 24

J = R$1.200,00

Perceba que o rendimento se manteve constante. Isso nos permite inferir que, com três anos, a remuneração seria de R$1.800,00 e com cinco anos, de R$3.000,00.

Com os juros compostos, é impossível saber como será a rentabilidade nesses períodos. Precisamos sempre calcular. Que tal ver a diferença?

M = 10.000 x (1+0,005)36

M = R$11.966,805248234

Portanto, em três anos, o rendimento seria de R$1.966,80, aproximadamente. Aqui, já existe uma diferença de R$166,80, em comparação com os juros simples. Em cinco anos, o retorno alcançaria R$3.488,50, em vez dos R$3.000,00. Ou seja, R$488,50 a mais.

Agora, ficou mais claro por que você precisa trabalhar os juros compostos e privilegiá-los nas suas estratégias de investimentos. Ainda tem outras vantagens.

Quais são os benefícios de trabalhar com juros sobre juros nos investimentos?

Basicamente, o principal benefício de trabalhar com os juros compostos é a multiplicação do dinheiro. Como você viu, ele cresce de forma exponencial graças ao tempo, que está na fórmula como uma potência.

Assim, você pode focar o longo prazo para aumentar as chances de ter um rendimento real — ou seja, acima da inflação — e conquistar seus objetivos. Ao mesmo tempo, consolida e aumenta seu patrimônio com mais rapidez.

Até porque, como falei, a ideia não é que você faça apenas uma aplicação financeira no começo e depois deixe o dinheiro lá parado, certo? Conforme você fizer aportes mensais, o seu resultado será melhor do que essas simulações que apresentei.

Quais são os principais investimentos com juros compostos?

De forma prática, posso dizer que o mercado financeiro é baseado em juros compostos. Por isso, é bem difícil que você encontre o tipo simples “dando sopa” por aí, o que é uma grande vantagem! Ainda assim, fica a pergunta: quais são as melhores alternativas?

Vou dividir entre renda fixa e variável. No primeiro caso, todas as aplicações financeiras usam o juro composto. Então, seu dinheiro pode ser investido, por exemplo, em:

A diferença entre eles é que alguns títulos terão retorno prefixado, enquanto outros serão pós-fixados. No entanto, sempre será juros sobre juros, ok?

Na renda variável, os investimentos não têm pagamento de juros de forma direta. Ao comprar uma ação, por exemplo, você recebe dividendos, que é uma parcela dos lucros das companhias que tem em sua carteira. Esse valor pode ser reinvestido na compra de novas ações.

Assim, você faz seu dinheiro render de forma consistente e contínua, sem precisar fazer muitas modificações. Ficou claro?

Além do mais, a escolha dos investimentos depende do seu perfil de investidor e dos objetivos que pretende alcançar. De toda forma, o foco precisa ser sempre a diversificação. Assim, você diminui os riscos, ao mesmo tempo que aumenta o potencial de rentabilidade.

Agora, você entendeu que os juros compostos são a saída “mágica” dos investimentos. Eles são um dos instrumentos mais relevantes na hora de melhorar seu retorno. Por isso, é importante ficar atento a eles.

De toda forma, vale a pena conhecer a outra modalidade, também. Então, aprenda como calcular juros simples corretamente e saiba aplicar no seu dia a dia!


Luana Dennis

Luana Dennis é analista de conteúdos da WeInvest. Como uma grande entusiasta das transformações que a educação financeira e o investimento inteligente e estratégico podem trazer na vida das pessoas ela visa sempre acompanhar de perto o mercado financeiro para produzir conteúdos de alto padrão.


Posts populares: