fbpx Revelamos quais ações são as grandes apostas dos gestores para 2021! - WeInvest

Revelamos quais ações são as grandes apostas dos gestores para 2021!

gestores 2021

 

Com a baixa taxa de juros, o investidor brasileiro ficou mais propenso ao risco. Os números provam: em 2020, a B3 conquistou 1,5 milhões de novos CPFs. 2020, no entanto, foi um ano desafiador na bolsa de valores, pois a alta volatilidade e a insegurança fiscal e política, além da crise econômica decorrente da pandemia do novo coronavírus, causaram dores de cabeça tanto para investidores ‘sardinha’ quanto para os grandes players do mercado.

Por isso, nosso time da WeInvest reuniu os papéis que são aposta dos especialistas do mercado financeiro e mostramos a tese que eles defendem por trás de cada ação. Confira o post!

JGP: OIBR3 

OIBR3

A JGP Gestão de Recursos, tradicional gestora carioca, acredita que a Oi tem potencial de dobrar seu valor de mercado no ano de 2021. Atualmente, a empresa de telecomunicações tem VM de R$14 bilhões e espera-se que, com o maior número de propostas para aquisição, o valor chegue a 25 a 30 bilhões.

O EBITDA (lucro antes do juros, taxas, depreciação e amortização) da InfraCo estimado pela gestora está entre R$2 e 2,5 bilhões. Em contrapartida, a Copel, por exemplo, recebeu em seu leilão de privatização um valor que representa 14x o seu EBITDA, motivo pelo qual os gestores da JGP estão otimistas com o potencial de valorização da Oi.

DAHLIA: PETZ

petz

A Dahlia Capital, uma das gestoras que mais vem se destacando no mercado, aposta na Petz como o grande papel da bolsa em 2021. A rede de pet shop abriu IPO em setembro de 2020 com uma precificação de mercado de R$13,75 e seus avanços no e-commerce, o aumento do número de animais domésticos em 2019 e seu poder de mercado no setor de varejo animal fazem com que a Dahlia confie fortemente na valorização do papel. Segundo a gestora, a Petz negocia em 40x o lucro estimado para 2022. Além disso, o valor de escassez por ser a única do setor listada em bolsa faz com que os gestores estejam confiantes em relação ao desempenho de PETZ3 em 2021. 

CONSTELLATION: B3

b3

A Constellation, gestora de recursos onde atua Florian Bartunek, um dos grandes nomes do mercado financeiro no Brasil, considera B3SA3 o grande ticker de 2021. Para a Constellation, existem 3 grandes princípios que tornam determinado papel um bom negócio: o primeiro (1), a capacidade de atender seus clientes de forma diferenciada, gerando uma competição sólida dentro de seu setor; além disso (2), é importante ter alavancagem operacional e (3) ter um time competente alinhado a uma base de acionistas de longo prazo. Por estas três razões, a B3 se torna um investimento ainda muito interessante em 2021, havendo uma expectativa ainda maior de entrada de pessoas físicas na bolsa de valores por juros baixos. 

Atlas One: Vale

vale

Grande exportadora de minério de ferro do Brasil, a Vale promete ser uma estrela dos pregões em 2021. No mês de janeiro, pôde-se ver um número grande de calls feitas por bancos estrangeiros, como Merril Lynch e JP Morgan, apostando na empresa. Com a expectativa de alta no preço de commodities, a Vale promete ser uma das empresas que apresentará maior lucro em 2021. 

Para os gestores da Atlas One, a Vale é uma história de valor e renda, e conseguir diminuir o seu risco ESG é um passo que pode alavancar o preço cotado em bolsa da empresa, visto que apresenta excelente saúde financeira.

Tork Capital: Locaweb

locaweb

A Tork confia à Locaweb (ticker LWSA3) como melhor ticker para 2021. O servidor de hospedagem de sites apresentou uma valorização de 247% desde o IPO. Com o isolamento social, a digitalização de alguns negócios se tornou essencial, e isso fez com que a Locaweb aumentasse seus lucros no ano de 2020.

Recentemente, o papel teve uma valorização de 11,5% em decorrência de uma assembleia que visa uma proposta de desdobramento nas ações, aumentando a liquidez e possibilitando a entrada de mais investidores por um preço mais atrativo. Em 2021, a Locaweb negocia a 85x seu lucro estimado, além de algumas aquisições que podem fazer aumentar ainda mais o valor da empresa.

Truxt Investimentos: Natura&Co

natura

A Natura e a Aésop são duas das marcas sob custódia da Natura&Co que têm posição relevante no Brasil e na América Latina, por terem plataformas de consumo digitais e social selling. Além disso, a The Body Shop e a Avon são outras empresas dentro da Natura&Co que apresentaram aumento no ano de 2020, tanto por conta da maior demanda por dermocosméticos e produtos de beleza, quanto pela digitalização destas marcas. Para a Truxt Investimentos, os riscos da Natura&Co (ticker NTCO3) são os naturais de execução, além da competição dentro do mercado. 

STK Capital: Equatorial

equatorial

A STK, empresa de Antenor Fernandes, ex-vice presidente do Banco Safra, confia na Equatorial como o ticker que trará alegrias em 2021. A Equatorial Energia, ticker EQTL3, era uma empresa de distribuição de energia, e hoje atua também na transmissão de energia, o que suaviza o risco do papel e possibilitou o crescimento da empresa. O desempenho do papel para telecomunicações e saneamento.

 

Gostou deste conteúdo? Não se esqueça de assinar a newsletter para receber notícias do mercado financeiro todo dia na sua caixa de entrada!


Clara Sodré

Graduanda em Relações Internacionais com especialização em mercados financeiros, copywriting e comércio exterior. Pesquisadora voluntária em cooperação internacional europeia. Monitora no núcleo de Economia Política Internacional. Apaixonada por educação financeira e produção de conteúdo.


Posts populares: