fbpx Reinvestir ou resgatar dividendos? - WeInvest

Reinvestir ou resgatar dividendos?



Essa é uma dúvida muito comum entre os investidores e a resposta é, depende. Como tudo o que envolve o mundo dos investimentos não há uma resposta fixa, depende muito do seu perfil e objetivos.

Antes de tudo, o que você deve fazer é se questionar sobre seus desejos. Prefere aumentar cada vez mais seu patrimônio a longo prazo ou resgatar os dividendos de forma periódica para ter o dinheiro em mãos e usar como quiser?

Reflita sobre isso e entenda em qual momento você está. Além disso, é importante que você entenda melhor sobre cada estratégia, por isso,  é exatamente isso que te mostrarei ao longo desse texto.  

O PODER DOS JUROS COMPOSTOS 

Entender a lógica dos juros compostos é algo essencial para todo investidor. Esse conceito significa que você receberá juros sobre juros, o que potencializará seus ganhos.

Para ficar bem claro, darei um exemplo. 

Suponha que você compre 200 ações de uma companhia a R$ 50,00 cada, totalizando R$ 10.000,00. Essa companhia paga 2% de dividendos por trimestre, sendo assim, no primeiro trimestre você receberá 2% sobre cada ação de R$50,00. Ou seja, 50*2%*200, que gera um total de R$200,00. Reinvestindo esse dinheiro, você pode comprar mais 4 ações da companhia (isso considerando que o preço permaneceu em R$ 50,00). 

Nesse exemplo, no trimestre seguinte você receberia os dividendos não mais sobre os R$10.000,00 (50*200) mas sim sobre R$10.200,00. A porcentagem de dividendos incide sobre uma base maior a cada mês, o que torna o reinvestimento algo bem vantajoso. 

Além disso, se a ação acabar se valorizando durante esse período você terá um ganho ainda maior.

Sendo assim, para quem procura ganhos a longo prazo e está disposto a esperar, reinvestir os dividendos pode ser um bom caminho, considerando a lógica dos juros compostos.

E QUANDO RESGATAR OS DIVIDENDOS?

Mas se é tão benéfico reinvestir os dividendos, quando resgatar é a melhor opção? 

Bom, há pessoas que possuem um valor expressivo aplicado na bolsa de valores e por isso recebem valores altos de dividendos, valores esses que poderão fazer parte de sua renda mensal. 

No entanto, caso esse não seja seu caso, a menos que você precise do dinheiro desses dividendos de imediato, reinvestir torna-se a melhor opção. 

COMO RESGATAR OU REINVESTIR?

Cada empresa paga um certo percentual de dividendos, isso será definido de acordo com a estratégia dela. Assim que elas o definirem, informarão ao mercado sobre a forma e a periodicidade desse pagamento.

Se você deseja comprar uma ação com foco em dividendos, é importante que fique atento a chamada “data ex”. Essa data refere-se ao prazo final para receber dividendos, ou seja, a partir dessa data os acionistas que adquirirem a ação não terão mais direitos sobre os dividendos declarados.

Para reinvestir ou resgatar os dividendos é muito simples. Você só terá que esperar a data de pagamento e deixar a quantia cair em sua conta na corretora. Assim que o saldo estiver disponível você poderá sacá-lo ou comprar novas ações. 

Se você ainda tem algum receio de investir em ações, se deseja começar, mas não sabe muito bem como, nós podemos te ajudar! Basta entrar em contato com nossos especialistas por email, WhatsApp ou ligação.


Clara Sodré

Graduanda em Relações Internacionais com especialização em mercados financeiros, copywriting e comércio exterior. Pesquisadora voluntária em cooperação internacional europeia. Monitora no núcleo de Economia Política Internacional. Apaixonada por educação financeira e produção de conteúdo.


Posts populares: