fbpx Price action: saiba o que é e como utilizar a estratégia

Saiba o que é price action e como usar a estratégia no dia a dia

price action

Existem diversas estratégias que podem auxiliar o investidor a alcançar determinados objetivos. Dentre elas, o price action, explicado no post de hoje, é muito utilizado por day traders para obter ganhos num mesmo pregão. Por isso, vamos explicar detalhadamente qual o significado por trás desta estratégia, quais seus fundamentos, suas vantagens, desvantagens, e o perfil de investidor para o qual é recomendada.

O que é price action?

Price action, termo em inglês que significa – literalmente – ação do preço, é uma estratégia de análise técnica. Assim, para realizar esta estratégia, o day trader acompanha os movimentos que o preço do papel faz no gráfico ao longo do pregão.
Assim, por meio de estatística e probabilidade, o investidor consegue prever os movimentos futuros e determinar se é um bom momento para compra ou venda de certo ativo.
Importante lembrar que essa estratégia leva em consideração apenas o preço do ativo, e não faz uso de nenhum indicador de análise técnica. O motivo pelo qual não se usa indicadores para fazer um trade baseado nesse tipo de análise é o fato de que os indicadores analisam uma base de dados sobre preço e volume preexistente, o que faz com que sempre estejam atrasados em relação ao mercado.
O price action, portanto, viabiliza-se apenas pela análise do gráfico candle.

Quais são os fundamentos do price action?

A estratégia parte da premissa de que o mercado é cíclico e, por este motivo, alterna entre momentos de alta e queda. A análise de mercado e de um determinado ativo é feito a partir de um estudo dos padrões nos gráficos. Isso possibilita enxergar determinadas tendências e estimar a oscilação do preço daquele ativo.
Um investidor que opta por analisar determinado ativo através dessa estratégia deve se atentar, sobretudo, aos candles, motivo pelo qual alguns investidores também chamam de ‘naked trading’.
O price action, diferentemente da análise técnica tradicional, não leva em consideração as ordens posicionadas no book de ofertas e não leva em consideração o volume de operações, a atuação dos grandes players, a prática de spoofing, dentre outros, baseando-se exclusivamente no preço através da análise dos candles. Conforme a pessoa se aprofunda no estudo de gráficos, consegue enxergar determinados desenhos, como doji, morning star, martelo, etc.

Quais as vantagens e desvantagens?

As quatro maiores ferramentas de análise – tape reading, price action, análise técnica e análise fundamentalista – têm suas vantagens e desvantagens, e cada uma oferecerá determinada visão sobre um ativo.
O price action é uma estratégia que prescinde determinada habilidade, além de vasto conhecimento em análise de gráficos candlestick. No entanto, é uma das estratégias mais simples de se operar em day trading.
Existe, no entanto, a vantagem de não se precisar de nenhuma ferramenta robusta. Como um robô, por exemplo, uma vez que um home broker básico tem o suficiente para que você opere por price action.

Dispensa ferramentas

Sobretudo o price action dispensa conhecimento em ferramentas de projeção como Elliott e Fibonacci, linhas de tendência e determinados padrões candle mais complexos, uma vez que analisa tão somente o preço das ações.
Pode-se, também, analisar não somente ações, mas também moedas, commodities e índices para fazer operações em price action.
Atenção, investidor: o price action é uma estratégia de investimento mais recomendada para investidores agressivos.

Caso queira saber mais sobre a avaliação de ativos, recomendamos também nosso post sobre índices econômicos que todo investidor deve conhecer.


Clara Sodré

Graduanda em Relações Internacionais com especialização em mercados financeiros, copywriting e comércio exterior. Pesquisadora voluntária em cooperação internacional europeia. Monitora no núcleo de Economia Política Internacional. Apaixonada por educação financeira e produção de conteúdo.


Posts populares: