, Como se proteger das quedas do mercado? | WeInvest ,

Como se proteger das quedas do mercado?

Segurança

A busca por segurança é algo que visamos em várias áreas da vida.  Nós desejamos sair de nossas casas para ir trabalhar, ir ao supermercado, ao shopping ou a qualquer outro lugar e voltar em segurança. Nós queremos poder parar nossos carros em qualquer lugar sem a preocupação de que ele possa ser furtado. Crescemos com uma visão de buscar um emprego que nos proporcione estabilidade e segurança financeira.

Enfim, a busca por segurança é algo natural do ser humano, e no mercado financeiro não é diferente. Entretanto, muitas pessoas consideram esse mercado como algo muito arriscado e incerto e por isso passam longe de qualquer forma de investimento de renda variável.

Mas venho te dizer que há uma forma de se proteger dessa volatilidade e ainda surfar nas altas rentabilidades que a renda variável nos permite. Se você acompanha o mercado ou está começando seus investimentos, provavelmente já ouviu falar sobre hedge. Esse é um termo utilizado para se referir a proteção, é um mecanismo que tem como objetivo proteger operações financeiras com exposição a grandes variações de preços.

Entender bem o que é hedge e como ele pode ser um mecanismo que trará mais segurança a seus investimentos é essencial, e é sobre isso que falaremos nesse texto. Te mostrarei formas práticas para que você consiga fazer esse tipo de operação e assim minimize seus riscos.

e-book tipos de investimento

O QUE É HEDGE?

O hedge é uma palavra de origem inglesa que significa cobertura, limite. Em termos financeiros, ele pode ser definido como uma ferramenta de proteção ao risco das oscilações nos preços de um ativo, com o objetivo de limitar eventuais perdas. A sua utilização é voltada para os ativos de renda variável como uma estratégia de controle de risco.

O INÍCIO DE TUDO

A busca por fazer um hedge é uma prática antiga. Ela começou em meados do século XIX no mercado de commodities agrícolas de Chicago. Pecuaristas e agricultores que levavam seus produtos à cidade para vender queriam minimizar o risco de quedas repentinas nas cotações. Se muita gente levasse sua produção ao mercado no mesmo dia, a oferta seria muito superior à demanda e os preços cairiam muito.

Para evitar esse risco, compradores e vendedores passaram a negociar os preços antes da entrega. Essa foi a origem das operações de hedge, que posteriormente foram se aperfeiçoando e hoje é comum no mercado financeiro. hedge início

COMO FUNCIONA O HEDGE?

O hedge funciona de maneira muito semelhante a um seguro. É muito comum hoje em dia que façamos seguros de nossos carros buscando uma certa proteção e garantia. No hedge sempre existe uma relação de risco-retorno, pois apesar de reduzir um risco, há um custo envolvido na operação, o que reduz retorno potencial.

No caso do seguro de carros, o custo seria o pagamento mensal do seguro, pois se o carro não for furtado e nenhum acidente ocorrer envolvendo-o, esse valor ficará com a seguradora. Ainda assim é preferível uma perda pequena, constante e previsível a uma perda grande e imprevisível caso o pior ocorra. 

HEDGE NOS INVESTIMENTOS

O hedge em uma carteira de investimentos é muito importante no gerenciamento dos riscos de mercado. Existe mais de uma maneira de fazer hedge em um portfólio e te explicarei algumas delas agora. Também vou mostrar-lhe como você pode fazer para aplicá-las em seus investimentos.

HEDGE COM DERIVATIVOS

Derivativos são contratos que derivam a maior parte de seu valor de algum outro ativo. Eles  funcionam muito bem como hedge do ativo principal. Para ficar bem claro, te darei um exemplo:

Suponha que Julia comprou ações da Empresa ABCD4 a R$80,00 cada. Com o objetivo de se proteger, ela decide adquirir uma opção (acordo que confere ao seu titular o direito de vender um determinado ativo pelo preço estabelecido no contrato) que custou R$10,00 e concede a Julia o direito de vender essas ações por R$ 70,00 daqui a um ano. A partir disso, temos 2 cenários:

  • Depois de um ano as ações da empresa ABCD4 estão valendo R$ 120,00

Neste caso, Julia venderá suas ações por R$ 120,00 e perderá os R$ 10,00 que pagou para ter a opção de poder vender as ações por R$ 70,00.

  • Depois de um ano as ações da empresa ABCD4 estão valendo R$ 40,00

Neste cenário, Julia irá exercer a opção de venda das ações por R$ 70,00 e terá uma perda de R$ 20,00 por ação (os R$ 10,00 que ela pagou para adquirir a opção e os R$ 10,00 de diferença entre o preço que ela pagou pela ação e o preço que irá vendê-la), ao invés de R$ 40,00 por ação, pois ela fez um hedge adquirindo a opção de venda.

Neste exemplo, independente de quanto as ações da empresa ABCD4 caírem, a perda máxima de Júlia estará limitada a 25%. É possível visualizar toda essa operação no gráfico abaixo. O eixo x representa o preço da ação e no eixo vertical, o resultado financeiro da operação.

COMPRA DE OPÇÃO DE VENDA DE AÇÃO

Hedge com derivativos - compra de opção de venda de uma ação Tanto as ações como as opções são negociadas na Bolsa (BM&FBovespa), assim, qualquer investidor com uma conta em corretora  pode operar pelo seu Home Broker.

HEDGE COM DIVERSIFICAÇÃO

Diversificar uma carteira com diferentes papeis é a prática mais comum para se proteger contra o risco de o preço de uma ação cair. Neste caso, além de aumentar o número papeis na carteira é preciso comprar ativos que tenham baixa correlação, ou seja, ativos de setores distintos e que não tenham tanta semelhança. Se eu comprar, por exemplo, ações da Lojas Renner e BRMalls, não estarei diversificando minha carteira.

Isso porque apesar de serem empresas de setores distintos, elas apresentam alta correlação. A Multiplan é uma empresa de shoppings e grande parte das lojas da Renner estão dentro de shoppings. Sendo assim, se esse mercado entra em crise a Renner também será afetada.  Diversificar uma carteira é uma prática muito importante e o investidor tem que estar atento ao mercado para conseguir aplicá-la. hedge com diversificação Te darei um exemplo prático de hedge de diversificação para que fique mais claro. Suponhamos que eu acredite na alta do petróleo e por isso ache que os papeis da Petrobras se valorizarão. Entretanto, como o mercado é de renda variável e nunca é possível ter certeza do que acontecerá no curto prazo, busco uma forma de me assegurar, tendo em minha carteira uma ação de outra empresa que se valorizará caso o petróleo se desvalorize.

Analisarei uma série de empresas que se encaixarão nessa perspectiva e escolherei aquela que considero mais consistente e que acho que tem maiores chances de valorização no longo prazo. Um exemplo de empresa que pode fazer um hedge com a Petrobras é a Azul. Cerca de 25% dos seus custos advém de combustível,logo, com desvalorização do petróleo a ação tende a se valorizar.

HEDGE COM FINANCIAMENTO

O financiamento consiste na compra do ativo, seguida da venda de uma opção de compra com o preço de exercício abaixo da aquisição desse ativo. Para explicar melhor essa operação te darei um exemplo. Suponhamos que Ana fez a seguinte operação:

  • Comprou 1.000 unidades da ação ABCD4 cotada a R$ 25,00.
  • Vendeu 1.000 calls (vender uma call significa que ela será obrigada a comprar a ação ao preço que ela estiver sendo negociada no vencimento) de ABCD4 com strike (preço preestabelecido para a compra ou venda da call) de R$ 24,00 e recebendo por essa venda um prêmio de R$ 2,00.
  • Vencimento em 30 dias úteis.

O prêmio recebido pela venda da opção é superior à diferença entre o preço de aquisição do ativo e o strike da opção. Nesta operação, Ana quer que o ativo se mantenha acima dos R$ 24,00 pois assim, ela venderá o ativo por R$ 24,00 tendo comprado por R$ 23,00 (R$ 25,00 – R$ 2,00 que ela recebeu pela venda das opções). Essa taxa representa um lucro líquido de 4,35%, que é o ganho máximo que ela obterá com a operação. Por outro lado, caso o ativo caia, ela terá proteção até os R$ 23,00, ou seja, 8% de proteção. Para entender melhor essa operação veja o gráfico abaixo. 

O eixo na horizontal mostra o preço da ação e o vertical o resultado financeiro da operação (perda ou lucro). A linha azul representa uma operação sem financiamento. Nela o ganho ou perda do investidor será similar ao comportamento da ação. Já a linha vermelha representa o financiamento feito por Ana. O ganho máximo é de R$2,00 e ela possui uma proteção de queda, ou seja, até que o preço da ação chegue a R$23,00, ela ainda não estará perdendo dinheiro.

Operação de hedge com financiamento

HEDGE COM RUBI

RUBI significa return under barrier investment, ou seja, cupom sob barreira. Essa é uma estratégia de hedge que garante uma experiência de investimento em renda variável mais segura e inteligente. Essa é a estrutura de hedge mais vendida na XP Investimentos. De forma simplificada, é uma operação que dá ao investidor um retorno prefixado sob a simples condição da ação investida não desvalorizar mais do que um preço determinado. Caso haja tal desvalorização é como se a operação não existisse e o investidor participará da queda do ativo. Para entender melhor como funciona a RUBI e como ela pode ser útil para seus investimentos, clique aqui.

NÃO DEIXE DE FAZER UM HEDGE PARA SEUS INVESTIMENTOS

Como vimos, o hedge é uma ferramenta na construção de portfólio e serve para proteger e amenizar os riscos. É muito importante que  investidores em renda variável busquem estratégias de hedge para suas carteiras, visando minimizar os riscos. Se você ainda não possui nenhuma participação nesse mercado porque considera os riscos muito elevados, não tem mais desculpas! Agora você pode começar a investir com proteção. Você pode montar sua própria carteira com base nas estratégias que mostrei ou pode solicitar o auxílio de um assessor. Esse profissional analisará o seu perfil e objetivos e te auxiliará a encontrar os investimentos que mais combinam com você.

Além disso, ele irá ajudá-lo a criar estratégias de hedge que deixarão os riscos do seu portfólio consideravelmente mais baixos. Saber a opinião e as dicas de um especialista na área pode ser o ponto que faltava para que você tome coragem e comece a investir seu dinheiro. Podemos solucionar isso! Oferecemos assessoria gratuita e ficaremos muito satisfeitos em poder ajudá-lo nesse passo tão importante. Não perca mais tempo, deixe seus dados conosco e te deixaremos por dentro das melhores oportunidades do mercado financeiro. 

 

Aproveite para ver outros textos do nosso site

  Melhores investimentos para 2020

 Como apurar o imposto de renda dos fundos imobiliários

  Fundos imobiliários ou imóveis, qual é melhor?

  Rating de classificação do bancos brasileiros

  Como comparar um CDB com LCI E LCA?

 

Sumário
COMO PROTEGER SEUS INVESTIMENTOS DAS POSSÍVEIS QUEDAS DO MERCADO?
Nome do artigo
COMO PROTEGER SEUS INVESTIMENTOS DAS POSSÍVEIS QUEDAS DO MERCADO?
Descrição
Entenda definitivamente o que é hedge e veja formas práticas de utilizar esse mecanismo em seus investimentos e assim minimizar seus riscos
Autor
Nome do publicador
COMO PROTEGER SEUS INVESTIMENTOS DAS POSSÍVEIS QUEDAS DO MERCADO?
Logo do publicador


Luana Dennis

Luana Dennis é analista de conteúdos da WeInvest. Como uma grande entusiasta das transformações que a educação financeira e o investimento inteligente e estratégico podem trazer na vida das pessoas ela visa sempre acompanhar de perto o mercado financeiro para produzir conteúdos de alto padrão.


E ai, o que achou? Deixe o seu comentário!

Posts populares: