, Mercado de opções – Financiamento | WeInvest ,

Mercado de opções – Financiamento

Financiamento

Primeiramente, o financiamento é uma estratégia muito utilizada pelos investidores que gostam de renda variável. Sendo assim, pode ser visto como uma operação procurada por aqueles que querem gerar uma rentabilidade a mais em cima de ativos que já possuem ou aproveitar de oportunidades para uma geração de caixa com risco menor. De forma simplificada, existem dois tipos principais de investidores que realizam essa operação:

1 – Os que tem uma posição antiga em determinado ativo e que não querem se desfazer dele no curto prazo. Desta forma eles lançam uma opção bem fora do dinheiro (strike acima do valor do ativo) de forma a rentabilizar sua carteira em cima deste ativo. Eles não querem ser exercidos.

2 – Os que realizam a compra do ativo ao mesmo tempo em que já vendem opções, esses clientes querem ter uma rentabilidade mensal acima da média correndo menores riscos. Geralmente eles lançam no dinheiro ou levemente dentro do dinheiro. Esses investidores querem ser exercidos e obter rentabilidade da venda das opções.

Sei que alguns termos podem ter ficado um pouco confusos aqui, mas continue lendo esse texto que você entenderá cada um deles.

e-book entendendo a bolsa de valores

O QUE É A OPERAÇÃO?

O financiamento consiste na compra do ativo, seguida da venda de uma opção de compra. Uma opção de compra dá ao portador o direito de comprar uma ação por um preço determinado na data de vencimento. Dessa forma, quem vende uma opção de compra está se comprometendo a entregar o ativo por aquele preço acordado, mesmo se a ação estiver valendo mais no mercado. Afinal, quando o preço de exercício da opção é menor do que o da aquisição desse ativo, dizemos que a operação é um financiamento dentro do dinheiro.

Quando o preço de exercício é bem próximo ao da aquisição do ativo, a operação é um financiamento no dinheiro. Já nos casos em que a opção de compra possui um preço superior ao do ativo e o objetivo do investidor é permanecer com a aplicação, dizemos que é um financiamento fora do dinheiro. Explicarei melhor como funciona cada uma dessas operações logo abaixo.

FINANCIAMENTO DENTRO DO DINHEIRO E NO DINHEIRO

O investidor que realiza alguma dessas estratégias visa ser exercido, obtendo uma taxa que, na maior parte das vezes, é substancialmente superior às taxas praticadas nos mercados de renda fixa. swing trade Darei um exemplo prático de uma operação dentro do dinheiro para ficar mais fácil de entender. A operação no dinheiro funciona de forma similar. Suponha que Raquel fez a seguinte operação:

  • Comprou 1.000 unidades da ação WXYZ3 cotada a R$ 25,00.
  • Vendeu 1.000 calls de WXYZ3 com strike (preço preestabelecido para a compra ou venda da call) de R$ 24,00 e recebendo por essa venda um prêmio de R$ 2,00.
  • Vencimento em 30 dias úteis.

O prêmio recebido pela venda da opção é superior à diferença entre o preço de aquisição do ativo e o strike da opção. Nesta operação, Raquel quer que o ativo se mantenha acima dos R$ 24,00 pois assim ela o venderá por R$ 24,00 tendo comprado por R$ 23,00 (R$ 25,00 – R$ 2,00 que ela recebeu pela venda das opções). Essa taxa representa um lucro líquido de 4,35%, que é o ganho máximo que ela obterá com a operação. Por outro lado, caso o ativo caia, ela terá proteção até os R$ 23,00, ou seja, 8% de proteção.

O gráfico abaixo ilustra esse exemplo. Dessa forma, o eixo na horizontal mostra o preço da ação e o vertical o resultado financeiro da operação (perda ou lucro). A linha azul representa uma operação sem financiamento. Nela o ganho ou perda do investidor será similar ao comportamento da ação. Já a linha vermelha representa o financiamento feito por Raquel. O ganho máximo é de R$2,00 e ela possui uma proteção de queda, ou seja, até que o preço da ação chegue a R$23,00, ela ainda não estará perdendo dinheiro. financiamento-hedge-WeInvest

FINANCIAMENTO FORA DO DINHEIRO

Na maioria das vezes essa estrutura é montada por investidores que desejam manter o papel em carteira, ou seja, não pretendem ser exercidos. Imagine que Bruno é um investidor que possui ações da Vale há 10 anos e pretende continuar com elas por mais 10 anos, mas no meio do caminho ele deseja rentabilizar sua posição aos poucos. A operação de financiamento fora do dinheiro é uma boa estratégia. Uma vez que se a opção vendida não for exercida, o prêmio recebido por sua venda atua como um redutor do custo de aquisição do ativo. Para melhor ilustrar essa estratégia, vamos a um exemplo.

Suponhamos que Bruno tenha comprado suas ações da Vale a R$40,00 e tenha vendido uma opção de compra com strike de R$ 43,20. (o strike costuma ser aproximadamente 8% maior do que o valor da ação), recebendo um prêmio de R$2,00 por cada ação vendida. Se a ação estiver cotada a um valor superior a R$41,00, a opção será exercida. Se, no entanto, no dia do vencimento ela estiver com um valor menor, suponhamos que R$ 40,70, a opção não será exercida. Nesse caso, mesmo a ação caindo R$ 0,30, Bruno ainda terá lucro de R$ 0,70 na operação. Isso porque ele recebeu R$ 1,00 do prêmio e será descontado os R$ 0,30 de queda da ação.

CONTINUE APRENDENDO

Vimos que o financiamento tem um risco menor do que a alocação direta em ações, uma vez que na operação o investidor começa a ter prejuízo somente quando a desvalorização do ativo for maior que o prêmio recebido. Se você quer saber como utilizar essa estratégia em sua carteira de investimentos, basta falar com um de nossos especialistas. Nosso serviço é gratuito e pode ajudar a aumentar ainda mais o seu retorno.    

 

Aproveite para ver outros textos do nosso site

Melhores investimentos para 2020

Como apurar o imposto de renda dos fundos imobiliários

Fundos imobiliários ou imóveis, qual é melhor?

Rating de classificação do bancos brasileiros

Como comparar um CDB com LCI E LCA?

 

Sumário
MERCADO DE OPÇÕES – FINANCIAMENTO
Nome do artigo
MERCADO DE OPÇÕES – FINANCIAMENTO
Descrição
O financiamento é uma operação muito utilizada pelos investidores. Pode ser visto como uma estratégia procurada por aqueles que querem gerar uma rentabilidade a mais em cima de ativos que já possuem ou aproveitar de oportunidades para uma geração de caixa com risco menor.
Autor
Nome do publicador
WeInvest
Logo do publicador


Luana Dennis

Luana Dennis é analista de conteúdos da WeInvest. Como uma grande entusiasta das transformações que a educação financeira e o investimento inteligente e estratégico podem trazer na vida das pessoas ela visa sempre acompanhar de perto o mercado financeiro para produzir conteúdos de alto padrão.


E ai, o que achou? Deixe o seu comentário!

Posts populares: