, Os ciclos econômicos e seus investimentos | WeInvest ,

Os ciclos econômicos e seus investimentos

Ciclos Econômicos e os Investimentos

Em 2010 o Brasil teve o seu maior crescimento econômico, mensurado através do PIB em 20 anos, de 7,5%. Nesse ano o país estava vivendo um boom econômico, a taxa de desemprego estava baixa, as empresas de diversos segmentos, estavam apresentando bons resultados, enfim, o país estava em um ótimo momento.

Mas, alguns anos depois, esses números começaram a cair, em 2015 e 2016 o país registrou uma retração no PIB de 3,8% e 3,6%, respectivamente. Passar por momentos de boom econômico, seguido de momentos de crise é algo comum em nossa sociedade. Vivemos em um contexto onde as economias passam por contínuas mudanças e elas podem ser divididas em fases e representadas por um ciclo econômico. Nesse texto te explicarei porque elas passam por esses ciclos e como aproveitar cada momento dele para ganhar dinheiro.

e-book tipos de investimento

ENTENDENDO OS CICLOS ECONÔMICOS

Todo ciclo econômico é formado por quatro estágios principais: expansão, boom, contração e recessão. Te explicarei agora, de forma simples, um pouco sobre cada um deles. Estágios de um ciclo econômico

Expansão

Período em que a economia de um país passa por uma fase de crescimento consistente da produção de mercadorias e serviços. Normalmente as taxas de juros estão baixas, o que estimula o consumo e a criação de novos postos de trabalho.

Boom

Essa é uma fase na qual a produção de bens e serviços alcança o seu ponto máximo. Nesses picos normalmente o consumo está tão intenso que acaba pressionando os preços, aumentando-os. Ou seja, a inflação aumenta e isso acaba pressionando a taxa de juros para cima também.  

Contração

Ocorre quando é percebida uma diminuição da atividade econômica e as taxas de desemprego  encontram-se em tendência de elevação constante.

Recessão

Acontece quando atingimos o ponto mais forte de uma crise econômica, onde é caracterizado por alto desemprego, sobras relevantes de capacidade instalada e taxas de juros elevadas. Os ciclos normalmente seguem sua dinâmica nessa ordem, porém, os períodos de duração de cada fase são desconhecidos e imprevisíveis.

A CAUSA DOS CICLOS ECONÔMICOS

Os ciclos econômicos estão diretamente ligados a concessão e contração e crédito, uma vez que mudanças nas taxas de juros têm efeito direto sobre a atividade econômica de um país. De forma geral, normalmente em períodos de contração a taxa de juros está alta, o que torna a distribuição de crédito pessoal e financiamentos mais cara e difícil. Além disso, tende a aumentar os juros praticados pelos cartões de crédito, diminuindo o número de compras parceladas. Com isso, o consumo tende a diminuir, principalmente no que diz respeito a mercadorias e serviços. Assim, a economia entra em um período de recessão e para tentar se recuperar, o governo tende a diminuir a taxa de juros.

Isso porque cortes nessa taxa normalmente fazem com que o crédito siga a mesma trajetória, fazendo com que as pessoas busquem mais empréstimos, o que aumenta a circulação de dinheiro e criação de novos postos de trabalho. Além disso, com os juros baixos o consumo é estimulado, tornando a demanda maior que a oferta, aumentando a inflação. O aumento da inflação diminui o consumo, e o ciclo se reinicia. Expliquei de forma básica a dinâmica dos ciclos econômicos, mas já podemos perceber que sua compreensão pode ser de grande valia para identificar o momento apropriado para cada tipo de investimento, e é exatamente isso que te explicarei agora. Para entender melhor sobre a dinâmica das taxas de juros no Brasil, saber porque ela sofre variações,  clique aqui.

SAIBA A APLICAÇÃO IDEAL PARA CADA FASE DO CICLO ECONÔMICO

É possível visualizar no gráfico abaixo o momento ideal para investir em cada ativo dependendo da fase do ciclo econômico. Investimento ideal para cada fase do ciclo econômico Em momentos de contração o mais indicado é investir em títulos públicos. Isso porque como a taxa de juros tende a estar alta, a remuneração deles também estará. Além disso, esse é um momento de muita incerteza e os títulos públicos são os mais seguros existentes no mercado. Quando a economia encontra-se mergulhada em uma crise é uma boa oportunidade para comprar ações de boas empresas, pois elas estarão com um preço baixo e quando o país começar a se recuperar ele tende a aumentar exponencialmente.

Quando a economia começa a se recuperar e as perspectivas são boas, a maioria das classes de investimentos se tornam mais atrativas. Quando esse crescimento começa a ser mais expressivo, provavelmente a taxa de juros já terá caído, o que faz com que os títulos públicos já não sejam tão atrativos mais. A fase do “boom” econômico é o momento ideal para se investir em commodities, pois esse é um momento em que os investimentos em infraestrutura e na economia real estão em ascensão, consequentemente, aumentará a demanda por commodities (minério, energia, ferro, petróleo, entre outras).

ENCONTRE O INVESTIMENTO IDEAL PARA VOCÊ

Te mostrei de forma simplificada o momento ideal para investir em cada classe de ativo. Mas para saber exatamente qual título, qual commodity ou qual ação comprar você terá que fazer uma análise mais profunda. Nós podemos te ajudar com isso, oferecemos assessoria gratuita e podemos te manter informado das melhores oportunidades do mercado. Além disso, te indicaremos investimentos que estejam alinhados com seu perfil e objetivos. Para obter todos esses benefícios basta que você deixe seus dados conosco e entraremos em contato. Lembre-se, você não terá que pagar nada e só obterá benefícios.

 

Aproveite para ver outros textos do nosso site

👉 Melhores investimentos para 2020

👉 Como apurar o imposto de renda dos fundos imobiliários

👉 Fundos imobiliários ou imóveis, qual é melhor?

👉 Rating de classificação do bancos brasileiros

👉 Como comparar um CDB com LCI E LCA?

 

Sumário
COMO OS CICLOS ECONÔMICOS PODEM INFLUENCIAR EM SEUS INVESTIMENTOS
Nome do artigo
COMO OS CICLOS ECONÔMICOS PODEM INFLUENCIAR EM SEUS INVESTIMENTOS
Descrição
Todo ciclo econômico é formado por quatro estágios principais: expansão, boom, contração e recessão. Entenda por que isso ocorre e como tirar proveito disso.
Autor
Nome do publicador
WeInvest
Logo do publicador


Luana Dennis

Luana Dennis é analista de conteúdos da WeInvest. Como uma grande entusiasta das transformações que a educação financeira e o investimento inteligente e estratégico podem trazer na vida das pessoas ela visa sempre acompanhar de perto o mercado financeiro para produzir conteúdos de alto padrão.


E ai, o que achou? Deixe o seu comentário!

Posts populares: